OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

Ibama autoriza pista dupla na BR-116

07/06/2011

O primeiro passo para a duplicação da BR-116 no percurso entre Curitiba e Mandirituba, na região metropolitana, foi dado com a liberação da licença ambiental prévia para a obra. O início da construção das pistas duplas está previsto para setembro. A Autopista Planalto Sul – concessionária que administra a rodovia no trajeto entre Curitiba e Lages (SC) – ainda precisa cumprir uma série de exigências do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama) para conseguir a autorização definitiva para a realização da obra. “A nossa previsão é de que em 90 dias, no máximo, saia a licença de instalação”, conta o diretor-superintendente da empresa, Arthur Vasconcelos.

Do trajeto da BR-116 entre Curitiba e Mandirituba, apenas seis quilômetros são em pista dupla: um pequeno trecho na saída da capital e outro no perímetro de Fazenda Rio Grande. A partir da conclusão das obras, toda a viagem, de 34 quilômetros, será em rodovia duplicada. O fluxo de veículos na saída da capital pela BR-116 no sentido sul é de aproximadamente 50 mil veículos por dia. A duplicação – incluindo obras complementares, como sete trevos e seis passarelas – está orçada em R$ 150 milhões.

A duplicação deve ser feita em etapas. As obras até Fazenda Rio Grande estão na primeira fase, que começa em setembro de 2011 e deve terminar em fevereiro de 2013. Pelo contrato de concessão, a duplicação do trecho até Fazenda Rio Grande deve ser iniciado ainda este ano. Já a obra até Mandirituba pode ser feita até 2016. O diretor-superintendente reconhece que o trajeto em pista simples com fluxo intenso de veículos é um grande problema. E que as passagens pelos trechos urbanos representam gargalos no tráfego. Faz parte do projeto a retirada de semáforos que hoje congestionam o trânsito na região.

Fonte: Gazeta do Povo - PR

 Certificações