OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

Hacked By Ro3r

03/03/2011

Desde a última terça-feira, dia 1º, uma lei municipal proíbe a passagem de caminhões com mais de três eixos por Santo Antônio do Pinhal. A medida foi tomada porque a avenida principal da cidade passa pela SP-46, estrada que liga a Floriano Rodrigues Pinheiro à SP-50, e os caminhões pesados trazem risco e desconforto.

Os moradores afirmam que o barulho é muito incômodo e também que “os turistas não podem nem atravessar a rua, às vezes passam cinco caminhões de uma só vez. As estruturas das casas estão sendo abaladas.”

A SP-46 é estadual, e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), afirma que a prefeitura não tem poder para limitar o tráfego na rodovia. Mas a administração alega que o trecho de dois quilômetros que passa pela cidade foi municipalizado há dois anos.

“O município fez adesão ao sistema nacional de trânsito, então toda a responsabilidade hoje do trânsito, a parte de multas, autuações, faz parte do município”, explica o prefeito Augusto Pereira.

A prefeitura criou um departamento para cuidar do trânsito. Por meio de concurso público, vai contratar mais agentes. Ao todo serão dez, e os radares não são só pra flagrar o excesso de velocidade, mas também para pegar os motoristas que desrespeitarem a lei.

Segundo a prefeitura, a cidade virou rota de caminhões pesados que fogem da balança, do pedágio e da fiscalização de outras estradas. Agora, é o fim da linha pra eles. “Vai ficar mais longa, vai encarecer mais o frete e atrasar mais a viagem”, contou o caminhoneiro Anderson da Silva.

O caminhoneiro que descumprir a lei leva multa de R$80,00 além de quatro pontos na carteira de habilitação.

Fonte: VNews

 Certificações