OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

Roubo de cargas diminui em SP

08/09/2010

No primeiro semestre deste ano, o número de roubo de cargas no Estado de São Paulo regrediu 9,5%, na comparação com o mesmo período do ano passado. De janeiro a junho, foram registradas 3.809 ocorrências, contra 3.447 em 2009.

O levantamento foi realizado pela Fetcesp (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo) e pelo Setcesp (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e Região), na última semana.

De acordo com as entidades, a redução pode ser explicada pela atuação do governo nas principais regiões de São Paulo, desde setembro do ano passado. “O assunto passou a ser prioridade para a Secretaria de Segurança. Essa queda é a resposta da ação policial que está ocorrendo desde então”, explica Paulo Roberto de Souza, assessor de segurança da Fetcesp e do Setcesp.

O estudo revelou queda nos prejuízos das empresas que atuam na região: cerca de 2,9%. Foram subtraídos R$ 136.833 milhões nos seis primeiros meses do ano. Em igual período do ano anterior, esse valor alcançou R$ 140.930 milhões. A maioria das infrações ocorreu entre terça e quinta-feira, principalmente entre 8 e 14 horas.

Aproximadamente, 52% foram registrados na capital paulista. Setecentos e dezenove aconteceram em rodovias estaduais e federais, o que corresponde a 20,68% do total. Entretanto, o maior número de registros foi na Régis Bittencourt, com 155 casos. Em seguida aparecem a Presidente Dutra (116), Anhanguera (84), Bandeirantes (59) e Castelo Branco (49).

Em relação aos valores roubados, os eletroeletrônicos lideram o ranking dos produtos mais visados, seguidos pela carga fracionada, os produtos alimentícios, autopeças e medicamentos.

Fonte: Webtranspo

 Certificações