OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

Obras do Rodoanel Norte seguem em ritmo acelerado

18/02/2016

As obras do Rodoanel Norte seguem em ritmo acelerado. Em visita técnica nesta quarta-feira (17) ao Lote 2 do trecho, no Jardim Peri em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin acionou a detonação que permitiu o encontro das escavações em sentidos Leste e Oeste do Túnel 202, compondo assim sua extensão definitiva de 701 metros na pista externa.

“Estamos com 4.800 trabalhadores nos seis lotes da asa norte do Rodoanel, que começa na Dutra, passa pelo Aeroporto de Cumbica e Fernão Dias e integra com a Bandeirantes. A obra está com 53,4% já executada”, disse Alckmin.

O governador ainda ressaltou que o Rodoanel Norte é uma obra extremamente importante e estratégica "porque vai tirar 18 mil caminhões das marginais de São Paulo (Tietê e Pinheiros), reduzir custo do transporte para Cumbica e Porto de Santos, além de reduzir de 6% a 8% a emissão de gases do efeito estufa."

Por ser o primeiro a ter concretizada a abertura do ponto de encontro entre as duas frentes de obras, o Túnel 202 configura-se como um marco do empreendimento. É um dos sete túneis duplos do Rodoanel Norte, que somam 6,1 quilômetros em cada sentido. O traçado também terá 114 OAEs (Obras de Arte Especiais - pontes/viadutos), totalizando 12,68 quilômetros.

O investimento total é de R$ 6,9 bilhões, sendo R$ 2,8 bilhões do Tesouro Paulista, R$ 2,1 bilhões de um financiamento do Estado junto ao BID e R$ 2,05 bilhões de convênio com o Governo Federal.

Sobre o Rodoanel

O Rodoanel Norte terá 44 km de extensão e interligará os trechos Oeste e Leste do Rodoanel. Começa na confluência com a Avenida Raimundo Pereira Magalhães, antiga estrada Campinas/São Paulo (SP-332), e termina na intersecção com a Rodovia Presidente Dutra (BR-116). O trecho prevê acesso à Rodovia Fernão Dias (BR-381), além de uma ligação exclusiva de 3,6 km para o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O Rodoanel é uma rodovia "Classe Zero" (de alto padrão técnico e controle total de acesso) que circunda toda a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). O trecho Norte, em especial, terá maior influência sobre Santana do Parnaíba, Cajamar, Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Mairiporã, Santa Isabel, Itaquaquecetuba, Arujá, Guarulhos e São Paulo.

Com sua construção, o tráfego de passagem, sobretudo de caminhões, será distribuído e realocado no entorno da RMSP, melhorando o fluxo nas marginais e consequentemente o trânsito dos veículos de transporte coletivo. Estima-se que o Rodoanel  Norte irá retirar 18,3 mil caminhões por dia da Marginal Tietê. A abertura ao tráfego está prevista para começar no segundo semestre de 2017.

Fonte: Governo de São Paulo

 Certificações