OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

Acesso a Viracopos recebe radares para coibir excesso de velocidade

12/05/2015

Os primeiros radares para fiscalizar o excesso de velocidade na via de acesso ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), começam a funcionar à 0h de quarta-feira (13), segundo a Emdec. A Avenida José Amgarten é a única ligação entre o trevo das rodovias Santos Dumont (SP-75) e Miguel Melhado Campos (SP-324) ao terminal. O limite é de 70 km/h.
De acordo com a administração municipal, o trecho irá receber dois equipamentos. Um deles ficará na pista sentido rodovia-terminal aéreo; enquanto que o outro será instalado na pista inversa. Ambos serão colocados próximos à área onde há placas de orientação aos motoristas.

"O radar é um instrumento eficaz na diminuição do excesso de velocidade [...] e na redução do número de acidentes, garantindo maior segurança aos usuários", diz a nota do Executivo. A Emdec não soube informar o volume médio de veículos que trafegam pelo local diariamente.

O Código de Trânsito Brasileiro prevê multa de R$ 85,13 (sem desconto) para quem ultrapassar o limite de velocidade em até 20%, por tratar-se de infração média. Além disso, o condutor perde quatro pontos na carteira. Motoristas flagrados com velocidade entre 21% e 50% acima do permitido, infração grave, recebem multa de R$ 127,69 (sem desconto) e perdem cinco pontos. Já os condutores que trafegarem com velocidade superior a 51% do limite recebem multa de R$ 191,54 (sem desconto) e sete pontos - considerada infração gravíssima.

Desrespeito

Para justificar os equipamentos, a empresa informou que, segundo estudos, os motoristas percorriam o trecho com velocidade média de 95 km/h no sentido Viracopos; e de 90 km/h em sentido oposto. As marcas superam respectivamente em 35,7% e 28,5% o limite.

"A via é duplicada e possui longo trecho de reta em aclive e declive, boa largura das faixas de rolamento, existência de acostamento em toda extensão, boas condições de visibilidade, boa iluminação noturna e ausência de entradas e saídas. Esses fatores colaboram para o desenvolvimento da prática do excesso da velocidade", informa nota da empresa.

Falta de informação

Motoristas ouvidos em março na área de embarque e desembarque de passageiros pela EPTV, afiliada da TV Globo, alegaram à época desconhecer o limite de velocidade previsto para a avenida ou admitiram ter desrespeitado por causa do receio de atraso ou perda de voos.

Fonte: G1

 Certificações