OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

23/10/2014

Ladrões levaram 200 quilos de explosivos na madrugada desta segunda-feira de uma empresa mineradora em Caçador, no Meio-Oeste catarinense.

O furto deixa as polícias Civil e Militar em alerta porque criminosos costumam praticar esse tipo de ação para detonar caixas eletrônicos em assaltos.

De acordo com a Polícia Militar, o furto aconteceu no paiol da empresa. Os autores chegaram pelo mato, inutilizaram sensores de alarme usando embalagens de leite e cortaram o arame farpado da área externa.

Foram levados também espoletas e detonadores. Antes da fuga, na mata, os ladrões deixaram cerca de oito caixas vazias de explosivos e material que não conseguiram levar.

A investigação é feita pela Polícia Civil de Caçador e em razão da grande quantidade também conta com o apoio da Divisão de Furtos e Roubos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Florianópolis.

— Estamos acompanhando todas as ocorrências que envolvem explosivos no Estado. É importantíssimo esclarecermos esse caso porque os explosivos costumam ser utilizados por quadrilhas que explodem caixas eletrônicos — disse ao DC o diretor da Deic, delegado Akira Sato.

A polícia não descarta envolvimento de criminosos de outros estados, como Rio Grande do Sul e Paraná, que também são investigados por roubos em Santa Catarina.

Fonte: Jornal Floripa

 Certificações