OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

19/04/2012

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu manter a exigência que obriga todos os veículos novos a saírem das concessionárias com placas com película refletiva. A regra vale para todo o país desde o dia 1º de abril.

No entanto, alguns estados ainda não conseguiram atender à resolução do Contran, como é o caso de São Paulo, que adiou a medida por algumas semanas. Em nota, o órgão explicou que pediu, no último dia 10 de abril, a “postergação do prazo para a implantação das placas com tarjetas refletivas no estado em virtude da necessidade de adaptação de seus sistemas e contratos”.

A solicitação do Detran/SP foi negada pelos membros do Contran nesta terça-feira (17). Os departamentos de trânsito estaduais tiveram cinco anos para se adaptar à primeira resolução sobre o assunto, a de nº 231, de março de 2007, modificada, posteriormente, pela resolução nº 372, de março de 2011.

As placas com película refletiva são adotadas para veículos zero quilômetro. Aqueles que tiverem a documentação transferida para outro município ou estado também devem alterá-las. Todos os demais veículos permanecem com as originais.

O objetivo das mudanças é facilitar a visualização das placas - em situações de fiscalização - e aumentar a segurança no trânsito. Em casos de visibilidade comprometida, como em situações de chuva, neblina ou mesmo à noite, os modelos refletivos possibilitam melhor visualização da distância do veículo em relação a outro.


Fonte: Agência CNT de Notícias

 Certificações