OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

04/04/2012

Um integrante de uma quadrilha especializada em roubo de caminhões e carga e que costuma agir principalmente na marginal do Tietê, próximo dos acessos às rodovias, foi preso, no início desta madrugada de quarta-feira (4). Policiais militares prenderam o suspeito na avenida do Jangadeiro, atrás do Autódromo de Interlagos, em Cidade Dutra, na zona sul da capital paulista. O criminoso estava ao volante de uma carreta com cerca de 35 toneladas de barras de aço.
 
O homem, que segundo a polícia já tem passagens por porte ilegal de arma e furto de carga, confessou que, horas antes, ele e comparsas haviam atacado um caminhoneiro, de 48 anos, na marginal do Tietê, próximo à ponte da Vila Maria, região nordeste da capital. A carga, alvo da quadrilha, havia saído de Araçariguama, interior paulista, e tinha como destino uma empresa em Itaquaquecetuba, região leste da Grande SP.

Ao escutar um forte barulho no veículo, o caminhoneiro parou, desceu e verificou que um dos pneus estava murcho e a válvula de ar danificada. Neste momento, surgiu um veículo, ocupado por três criminosos, um deles armado. Segundo a vítima, o carro dos criminosos seria um Fiat Uno, modelo novo, de cor vermelha. A vítima foi colocada no carro e assistiu a um dos assaltantes fugir com a carreta. Segundo a polícia, o caminhoneiro ficou por cerca de duas horas em poder da dupla que estava no Fiat e foi liberado na ponte dos Remédios, ainda na marginal do Tietê, região do Cebolão.

Alertados pela empresa de monitoramento via satélite, policiais militares receberam os dados da carreta e foram informados sobre uma localização genérica do veículo - zona sul da capital - pois o rastreador havia sido danificado pelo bandido que fugia com a carga. Em patrulhamento na região de Interlagos, os policiais encontraram a carreta, realizaram a abordagem e detiveram o suspeito, que não estava armado, porém confessou o crime. Os demais bandidos não haviam sido localizados até as 5h30. O assaltante foi autuado em flagrante no plantão do Deic (Departamento de Investigações Criminais), na zona norte da capital.


Fonte: Agência Estado

 Certificações