OrigemNews

ÁreaRestrita



Auditorias


NewsLetter

16/03/2012

Na manhã desta sexta-feira, quando começa a valer a medida que limita a velocidade em 40 km/h em caso de neblina intensa, a visibilidade nas rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes já é inferior a 100 metros. Os motoristas que não respeitarem as novas regras serão multados.
 
A medida é válida do km 41 ao km 38 da Pista Norte da Anchieta e do km 55 ao km 42 da Pista Norte da Imigrantes (além dos 8 km de interligação entre as duas rodovias), trechos em que estão instalados painéis informativos. Pelas pistas Sul de Anchieta e Imigrantes, permanece em vigor a operação comboio, que limita velocidade de tráfego também para 40 km/h.

De acordo com informações da Ecovias, concessionária que administra o SAI, os condutores serão alertados sobre a necessidade de redução de velocidade por 18 placas aéreas instaladas em locais estratégicos do trecho de serra, que exibirão luzes amarelas piscantes sempre que a neblina limitar a visibilidade a menos de 100 metros, e também por painéis eletrônicos de mensagem variável instalados na rodovia.

Multas

A nova sinalização entrou em vigor no dia 16 de fevereiro e com o término do período educativo já poderão ser feitas autuações.

Se o excesso de velocidade ficar em até 20% acima do limite permitido, a infração será considerada média e o valor da multa será de R$ 85,13. Caso o motorista ultrapasse à máxima em mais de 20% até 50%, a infração será grave e a multa de R$ 127,69.

Quando houver excesso superior a 50% da velocidade máxima a infração é considerada gravíssima. O valor da penalidade será de R$ 574,62 (igual ao valor anterior). Além disso, o motorista terá a suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

Histórico de acidentes


No dia 15 de setembro de 2011, um engavetamento histórico atingiu 270 veículos no Km 41 da Rodovia dos Imigrantes, segundo contagem da Polícia Rodoviária. Uma pessoa morreu e 51 ficaram feridas no acidente. A concessionária Ecovias afirma que apenas 103 veículos se envolveram no engavetamento.

A verdadeira causa ainda é desconhecida, mas as condições adversas da via – sob forte neblina no momento do acidente – e a não mudança de comportamento de motoristas diante daquelas circunstâncias devem ter provocado as colisões. Menos de um mês depois, em 5 de outubro, outro grave acidente foi registrado no Sistema Anchieta-Imigrantes.

A falta de freio de um caminhão pode ter provocado o engavetamento no Km 42 da Pista Sul da Via Anchieta. No acidente, uma mulher de 60 anos morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave.

Ao todo, oito veículos se envolveram no acidente: cinco carros de passeio, um caminhão e dois ônibus. As sucessivas colisões ocorreram por volta das 10 horas, na região de Rio Grande de Serra, no sentido litoral.
 
Fonte: A Tribuna Online

 Certificações